sábado, 8 de abril de 2017

"Detalhes tão Pequenos"... - Por Telma Jábali Barretto


Embora não seja sua fã, mas respeite seu ‘reinado’, não tem como negar  que é nos detalhes, nas pequenas coisas que moram as importâncias !!! Tanto para lembranças significativas como e também, principalmente, no transcorrer dos processos de nossa vidinha...

Vivemos importantes comemorações, perdas, starter e game over, mas...nada tem seu apogeu num só momento! Todo desfecho vem de uma sequência de abertura, insight e uma looonga, looonga trajetória de fatos, ‘detalhes’ que, bem interpretados, percebidos e valorizados construíram ou construirão aquilo que parece, festiva ou doloridamente, teve, terá seu festejo ou luto...sempre naturais também !

Nem sempre percebemos e atentamos que há algo de um ciclo que permeia todas as circunstâncias. Alguns já nomeamos e, aceitando ou não, somos impelidos a respeitar; outros viemos sendo conscientizados dessa realidade e, ainda, uma outra enorme quantidade de tantos processos mais que nem ao menos vislumbramos, significando que, muito além de nossa ‘ciência’ ou ‘ignorância’, seguem solenemente seu curso, tempo, trajetória... desafiando nossa lógica. Algumas noções fomos conscientizando e hoje tratamos até como sabidões, deparando daqui e dali com o ruir desses sábios argumentos estabelecidos antes e, outros, somos instigados a melhor investigar, observar e de novo enxergar e re nomear, fazendo que sigamos por aí desvendando, clareando, entendendo se bem estivemos investindo nessa percepção cuidadosa. Muitas vezes, numa outra pegada, entre mistérios e milagres para aqueles mais místicos, aceitando, dessa maneira, como o processo da Vida em Sua Exuberância! Ainda  e também é possível que vivamos como  descontentes que, entre rebeldias e revoltas podemos ser os ditos intelectuais ou quem sabe os insanos...?!... a brigar e confrontar com o inexorável!

Fato é que muitos, infinitos, intermitentes ou continuados sinais seguidamente foram enviados, sutil, subjetiva, ou com todas as letras em neon bem definidas, que nem sempre tivemos olhos, ouvidos e abertura interna para acolher tais sincronicidades e, isso, só mesmo acontece para aqueles não movidos por definições absolutas, certezas sepulcrais ou seguranças apoiadas nos próprios medos laboriosamente embasadores de fragilidades que, como num efeito dominó derrubariam teses e hipótese vigentes até então... Jaya! Bem-vindo a vida real !!!

Os gestos, detalhes, atos falhos, possíveis insignificâncias (trabalho poderoso dos psi...de toda as áreas) estão aí para revelar, curar e validar tais nuances despercebidas.


A vida tem sua própria linguagem impessoal que, em si mesma, funciona implacável, numa amorosa lei (sim, porque, paciente, não cansa de ensinar, aguardando nosso tempo) que pouco entendemos, trazendo e convidando, nas entrelinhas, a denúncias ou revelações, escancarando, alardeando, promovendo quebras, revoluções  dependendo de quanto de sutileza ou truculência, faça-se necessário para nos acordar, despertando-nos do sono profundo que, muitas vezes, insistimos em permanecer, protegendo-nos d’Ela mesma, numa inconsistência preservada da aceitação de Sua Soberana Vontade ! E que haja humildade para reverenciá-La !!!


Telma Jábali Barretto é colunista fixa do Blog Luiz Domingues 2. Engenheira civil, é também uma experiente astróloga; consultora para harmonização de ambientes e instrutora de Suddha Raja Yoga. Nesta crônica, fala sobre a importância de atermo-nos aos pequenos detalhes da vida, conferindo-lhes a devida importância que eles tem no cômputo geral da vida

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Super gratidão​ por ler e comentar e, mais que isso, estimular!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Super grata irmã e amiga por suas carinhosas palavras! Abraço aí e Na mas te!!!

      Excluir