quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Mergulho - Por Julio Revoredo


Vê-se

Noite e Luz

Singrar o que foi, feito, será

O obscuro ascende

Qualquer sede do sinistro 

No título existem ideias


Prefiro, as que se perdem

Busco o intacto

O Marte que ninguém viu




Julio Revoredo é colunista fixo do Blog Luiz Domingues 2. Poeta e letrista de diversas músicas que compusemos em parceria em três bandas por onde atuei : A Chave do Sol, Sidharta e Patrulha do Espaço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário