sábado, 27 de fevereiro de 2016

Paris - Por Marcelino Rodriguez


Você, Paris,
Que nos deu tanto.
 

Você, París,
Insuperável.


Você, Paris,
Rainha,
Proletária,
Burguesa.
 

Você, Paris,
Com toda razão,
Esnobe. 


Você, Paris,
Beleza
Nos joelhos
De poetas
De todo mundo.


Você, Paris,
Dos miseráveis.
 

Você, Paris,
Cujas outras cidades
São apenas cidades
Diante de tudo que és. 


Você, Paris,
Humanamente
Quase perfeitinha.
 

Você, Paris, minha pátria
De eurobrasileiro,
Receba hoje
A pobreza do meu melhor :
Minhas lágrimas. 





Marcelino Rodriguez é colunista fixo do Blog Luiz Domingues 2. Escritor de vasta e consagrada obra, aqui nos deixa um poema emocionado sobre a cidade de Paris, naturalmente motivado pelos atentados de 2015. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário