sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Autobiografia na Música - Kim Kehl & Os Kurandeiros - Capítulo 36 - Por Luiz Domingues


Nosso próximo compromisso, aconteceu só na metade de setembro. 

De volta ao Bierboxx, a simpática casa da Vila Madalena, onde mais uma vez fizemos o nosso repertório mesclado e com direito a participações de amigos queridos, no caso, Renata "Tata" Martinelli; Marcião Gonçalves e Fernando Ceah.

Aconteceu no dia 19 de setembro de 2014, com mais de 50 pessoas na casa e um princípio de euforia generalizado, para desespero do gerente, que era gente boa e nos curtia muito, mas sofria uma pressão enorme da vizinhança, com ameaças do "Psiu", o órgão da Prefeitura de São Paulo que controla o nível de ruído nas casas noturnas etc etc.

No dia seguinte, voltamos à Casa Amarela de Osasco, onde mais uma vez fizemos um show de muita energia. Definitivamente, estávamos adaptados nessa simpática casa cujo público jovem em sua maioria surpreendia em se considerando estarmos em pleno 2014 na ocasião e o Casa Amarela tinha uma aura hippie velada, muito interessante.

Edu Dias e Cris Stuani fizeram participações especiais, e foi tudo muito legal.

Noite de 20 de setembro de 2014, com cerca de 50 pessoas na plateia.

Em outubro, voltamos ao Bierboxx e desta vez, não tivemos convidados especiais de surpresa.  Foi uma noite boa, em 10 de outubro de 2014.

Ainda em outubro, voltamos ao Santa Sede da zona norte de São Paulo. Se a casa Amarela era um estabelecimento veladamente hippie, o Santa Sede era abertamente uma casa de mentalidade "Woodstockiana". 



Com liberdade para tocarmos com volúpia e pelo contrário, quanto mais Rock melhor, ali, a única restrição sonora era o compromisso em não passar da meia noite, visto que os proprietários tinham acordo com a vizinhança, principalmente as residências na rua de trás, para não passar desse horário.

Sempre bem tratados ao extremo, tocar ali era sempre um prazer.

Noite quente de 17 de outubro de 2014, e no dia seguinte, tínhamos agendado uma apresentação no extremo da zona oeste de São Paulo, participando de um festival de Blues organizado pelo gaitista/cantor e "entrepreneur", Edu Dias...
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário