quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Autobiografia na Música - Patrulha do Espaço - Capítulo 284 - Por Luiz Domingues


Apesar de ter sido um material composto e arranjado às pressas, as canções que formam o "Missão na Área 13", são muito bonitas, e dignificam o trabalho de uma forma muito contundente.

Creio que mesmo numa situação de pressa e com o astral entre os componentes em franco processo de deterioração pelo desgaste natural que uma banda com cinco anos de atividades apresentava, a parte artística não só manteve o nível dos trabalhos anteriores, mas creio que superou-os em muitos aspectos.

A despeito de achar o álbum anterior, ".ComPacto", muito bom, acho que "Missão na Área 13" o superou e chegou ao patamar do penúltimo, "Chronophagia".

E isso era quase um fenômeno, na medida em que já expliquei amplamente que o "Chronophagia" fora concebido com toda uma aura plena de ideologia e sobretudo, com muito carinho. Isso sem mencionar que o grande bojo do repertório fora criado com um tempo elástico, tratando cada música como uma gestação de um filho, passo a passo, com planejamento etc e tal.

Portanto, ao atingir tal grau de excelência artística, o "Missão na Área 13" surpreende pelo fator da absoluta pressa com o qual foi concebido.

Sinto-me constrangido em falar, mas a despeito de estar faltando com a ética e a modéstia, um fator não pode deixar de ser observado : o talento de Rodrigo e Marcelo como compositores, era / é, absurdo. Tanto quanto ambos são monstruosos na capacidade de dominar vários instrumentos, é também o seu talento para compor, arranjar e igualmente para escrever letras.

Portanto, artistas completos que são, executam todas as funções da criação e performance musical com um grau de excelência inacreditável, e isso explica a razão pela qual a toque de caixa, um repertório inteiro foi tirado de uma cartola de mágico e num espaço de tempo exíguo e pasmem, tratando-se de um apanhado de canções sensacionais e multifacetadas, bem ao estilo da proposta do Chronophagia, onde as nossas influências musicais calcadas em inúmeros aspectos de um enorme leque aberto, explodiram no disco.

Falo sobre as canções, agora...


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário