domingo, 22 de novembro de 2015

Autobiografia na Música - Kim Kehl & Os Kurandeiros - Capítulo 26 - Por Luiz Domingues


Assistindo o show de Edvaldo Santana ao lado do Carlinhos Machado (o primeiro), sou o segundo sentado, da direita para a esquerda

Gostei muito do show do Edvaldo Santana. 

Realmente agradou-me seu blues de forte acento folk, mesclando-se àquela maravilhosa MPB "hippie" e típica dos anos setenta. Inclusive, as letras das suas canções seguiam essa tendência fortemente, e sentado ali em frente ao palco, senti-me vendo um show do Jorge Mautner ou Odair Cabeça de Poeta, com aquela poesia urbana, e com referências literárias remetendo à crônicas.

E a banda que o acompanhava era azeitadíssima, com baixo; guitarra; e um baterista versátil, que fazia percussões muito criativas; e todos colaborando muito afinadamente nos backing vocals.

Curti muito o trabalho dele, e o profissionalismo da banda.

Foto : Bolívia & Cátia

Chegou a nossa vez e fizemos um show de choque muito agradável, com resposta ótima do bom público presente. Os Rocks e Blues dos Kurandeiros agradaram em cheio ao público que mostrava-se aficionado em som "roots" dos dois estilos, portanto, era a banda certa no lugar certo.

Foi um show rápido, rasteiro e eficaz, dando o recado.

Quando terminamos, rapidamente os amigos dos Blues Riders posicionaram-se e começaram a tocar. Admiro bastante a saga dos Blues Riders, uma banda ótima e formada por batalhadores incansáveis, numa labuta que naquela altura dos acontecimentos, já somava mais de duas décadas.
Os Blues Riders, uma ótima banda, formada por ótimas pessoas

Trata-se de uma ótima banda, com músicos competentes e seu som é o Blues-Rock, com uma pitadinha de Hard-Rock, para resumir.  
Da esquerda para a direita : Carlinhos Machado; Luiz "Barata" Cichetto; Luiz Calanca; Kim Kehl; Edy Star, e eu, Luiz Domingues

Assisti com prazer seu show a após seu término, recebemos a visita de Edy Star, que foi prestigiar o evento. O Kim já havia feito num passado recente, shows com Edy Star, acompanhado do Marcião Gonçalves no baixo e Ivan Scartezini na bateria, meu colega do "Pedra".
                       Kim Kehl; Edy Star e Luiz Domingues

Figura divertidíssima, é uma espécie de Marc Bolan tupiniquim, se é que me entendem...

A apresentação na íntegra do KK & K , em filmagem do amigo Kico Stone :

Eis o Link para assistir no You Tube :
https://www.youtube.com/watch?v=5uOynyEmD2w

Foi assim a participação dos Kurandeiros no evento "Rock na Vitrine", no dia 14 de setembro de 2013, com cerca de 100 pessoas na plateia.


Fotos : Lara Pap e Bolívia & Cátia

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário