sábado, 4 de outubro de 2014

Autobiografia na Música - Pitbulls on Crack - Capítulo 35 - Por Luiz Domingues


Enquanto finalizavam o clip, enfim voltamos a nos apresentar ao vivo. O primeiro show do ano só foi ocorrer em 17 de março de 1994.

Foi um show num teatro exótico, localizado no bairro do Bexiga, chamado "Teatro Hall".

Exótico, pois tinha uma estrutura não concebida originalmente para esse fim. Por isso, não havia coxia, e o público entrava e só conseguia se dirigir às poltronas, praticamente passando pelo palco.



Era bastante confuso, e de certa forma constrangedor.

E havia outra anomalia: o palco era quase retangular, bastante incomum e incômodo.


Nesse dia, dividimos a noite com "The Charts" e "The Ultimates". Gostei do The Charts (pois era nítida a intenção dessa banda em fazer som "Mod", à la sixties, desses rapazes).

Pouca gente compareceu, apesar de ter  a atração de três bandas na noite. Apenas 30 pessoas passaram pela bilheteria do teatro.


E logo a seguir, tocamos novamente no "Garage Rock", em dois shows realizados nos dias 18 e 19 de março de 1994.

No dia 18, dividimos a noite com o "Vultos" e no dia 19, com o "Rip Monster".

100 pessoas no primeiro dia e 300, no segundo, com plateias animadas e participativas. 


E fechando o mês de março, um show no dia 31, dividindo a noite com o "Stigmata", novamente no Teatro Hall. Desta vez, com 40 pessoas na plateia.

Mas a grande novidade era o clip finalizado, já sendo exibido na MTV, e a música "Under the Light of the Moon" começando a "pegar" na Rádio 89 FM. Sobre isso, falarei detalhadamente logo mais, pois tem uma história boa protagonizada pelo meu exército de Neo-Hippies, e também pelos esforços de Jason Machado, um rapaz que entraria na vida do POC em 1994, com muita vontade de ajudar.
 

E falarei logo mais sobre um show que aconteceu em abril de 1994, onde aconteceu algo inédito para mim. Foi inusitado, irritante, mas acabou entrando para o meu anedotário...


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário