sábado, 4 de outubro de 2014

Autobiografia na Música - Pitbulls on Crack - Capítulo 37 - Por Luiz Domingues

Só aí, ela (Tibet), viu-me na plateia e veio buscar-me, depois que eu sinalizei que estavam barrando-me. Quando apareceu na porta de acesso, deu uma bronca mastodôntica no segurança, que não sabia onde colocar a sua vergonha. Não deu tempo para ouvir as razões, ou melhor, a falta de razão de sujeito, pois estavam atrasando o evento, e eu fui arrumar-me no palco às pressas, coisa que detesto fazer. A sorte, foi que estávamos com dois roadies nessa ocasião, e o processo do set up foi rápido apesar dos pesares. Agora, a grande constatação : ninguém da comitiva do Pitbulls on Crack notou a minha súbita ausência !!!

Como eu era querido por todos... ha ha ha !!! Se eu saísse e simplesmente não aparecesse, só perceberiam se alguém dissesse-lhes que estavam sem baixista !! Brincadeiras a parte, o show foi de choque, claro, nessas circunstâncias, e bom na medida do que espera-se de shows de choque. O evento chamava-se "Rock contra a Aids" e foi um sucesso de público. Após toda essa confusão, pelo menos fomos recompensados, pois na edição posterior da Revista Dynamite, saiu uma matéria sobre o show e a única foto da matéria era do nosso baterista Juan Pastor, tocando.
As perspectivas para abril eram boas, pois haviam mais dois shows agendados, e a música "Under the Ligth of the Moon" estava começando a "pegar" na Rádio 89 FM, e com o clip passando na MTV. Falo agora da ajuda "extra"que meu exército de "Neo-Hippies" deu nesse processo para fazer a música tocar com bastante regularidade. A maré era boa em abril de 1994, para o Pitbulls on Crack.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário