terça-feira, 7 de outubro de 2014

Autobiografia na Música - Kim Kehl & Os Kurandeiros - Capítulo 5 - Por Luiz Domingues


Passada essa primeira apresentação, sabia que teria um pouco mais de tempo para ouvir o material e de fato, o Kim entregou-me ainda nas dependências do Magnólia Villa Bar, os CD's da banda, e dois CDR's com diversas músicas prontas, mas ainda não gravadas oficialmente.

Contudo, o tempo não estava tão elástico assim. 


Comprometido com o trabalho dos Blogs, e uma atividade de voluntariado assistencial com o qual estava ligado desde 2009, sabia que precisava otimizar os momentos onde poderia me dedicar à tarefa de tirar os sons dos Kurandeiros.

E logo mais teria um trabalho extra, pois em breve seriam marcados ensaios com o Ciro Pessoa, também.


Para agravar esse quadro, o Kim anunciou um ensaio emergencial na casa dele, para tirar dúvidas de harmonias. O fato de ter baixista e tecladista novos, motivou-o a tomar essa atitude, visto que acabara de marcar um novo show, em outra casa noturna e para muito breve.

Claro que era legal essa perspectiva, mas havia outro elemento para essa nova data : o repertório deveria ser maior, pois nessa apresentação, o combinado seria tocar das 22:00 às 4:00 h. da manhã.

Se o repertório do Magnólia Villa Bar já tinha sido grande, gerando-me dúvidas, desta vez, eu teria motivo para preocupar-me ainda mais...


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário