terça-feira, 8 de julho de 2014

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 126 - Por Luiz Domingues


Para promover esse show,  havíamos tido algumas ações de mídia anteriormente, que nos deram suporte. 

A primeira, foi ter participado do programa "Balancê", da Rádio Excelsior de São Paulo.

Esse contato, eu havia conseguido graças ao Língua de Trapo, por ter participado do programa com eles. 


Era um programa anárquico, realizado ao vivo de um pequeno teatro de bolso (Teatro Pimpão), localizado na Rua Apa, em Santa Cecília, centro de São Paulo.

Na sua condução, revezavam-se Fausto Silva e Osmar Santos, e intercalando-se às atrações musicais e de outros ramos artísticos (geralmente atores promovendo peças teatrais e escritores promovendo lançamento de livros), haviam as intervenções esportivas, com o boletim dos clubes de SP, comentários e sonoras de entrevistas. 


Nessa primeira aparição da Chave, o poeta Julio Revoredo esteve presente nos acompanhando, e tirou algumas fotos, inclusive. Era o dia 9 de julho de 1984 e fazia muito frio no feriado estadual em SP.

Fizemos nossa performance, dublando, o que era exótico em se tratando de um programa de rádio, mas tinha um sentido : havia um público, por se tratar de teatro, portanto, cerca de 50 pessoas apareciam ali todos os dias e geralmente eram os operários do Metrô, pois estavam concluindo as obras da linha 3, leste-oeste, com a estação Marechal Deodoro sendo concluída, ali ao lado. 


O Fausto Silva ainda não era famoso como hoje em dia, mas foi o Balancê que motivou sua ida à TV, primeiramente para fazer o "Perdidos na Noite", que acabaria mudando de estação três vezes antes de chegar à TV Globo e diluir-se no popularesco "Domingão do Faustão", que está no ar, desde o final dos anos 1980.

Nesse dia, após o término do programa, o Faustão nos convidou para um café na padaria da esquina da Rua Apa, com a Rua das Palmeiras, e nos disse para levarmos material para a sua produtora, Lucimara Parisi, visando nos levar para participar do "Perdidos na Noite", na TV.

Eu já havia participado desse programa uma vez com o Língua de Trapo e de fato, era o "Balancê", só que na TV, com o mesmo formato.

E o outro agito que fizemos, foi na Rádio Jovem Pan AM, no dia 16 de julho, num programa chamado : "São Paulo Agora", de cunho jornalístico. 


Estar numa emissora de grande audiência como essa, era um feito notável para uma banda independente e ficamos contentes em poder falar do lançamento do disco, promover o show do Lira Paulistana e ter a música "Luz", executada para uma audiência de milhões de pessoas em rede por todo o Brasil. Esse programa foi conseguido graças à um contato do Luiz Calanca, da Baratos Afins.

As portas do "Balancê" se abriram para nós, e no dia 26 de julho, voltamos e reforçamos a divulgação do show do Lira Paulistana e desta feita, levamos ingressos cortesia para serem distribuídos aos ouvintes.

Fotos do dia em que fomos às instalações da RTC (Rádio e Televisão Cultura, acompanhados do poeta Julio Revoredo.

E no dia 27 de julho, eu e Rubens fomos aos estúdios da Rádio Cultura e divulgamos disco e show, no programa "Panorama", outro contato que eu tinha feito graças ao Língua de Trapo.

Mais um contato que eu havia obtido de meus tempos no Língua de Trapo, foi no programa de TV,  "Realce Baby". Exibido pela TV Gazeta de São Paulo.


Gravamos a nossa participação pela primeira vez, e foi ao ar, no dia 20 de julho de 1984.

Nesse dia, havia um grupo de dançarinos de "Break", uma dança de rua que era febre no início dos anos 1980, e o apresentador, o argentino Mister Sam, não se fez de rogado e os deixou no cenário, dançando atrás de nós, como figurantes.


Foi hilário ter esse pessoal ali, pois obviamente que o nosso som não fazia sentido algum para eles. No vídeo, dá para sentir o clima de constrangimento por parte dessa gente.


A entrevista que o Mister Sam realizou conosco, foi hilária e em todas as vezes que participaríamos do programa doravante, sempre seria nesses termos, com total improviso e nonsense.



https://www.youtube.com/watch?v=o0ZR6XZwB6A


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário