quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Autobiografia na Música - Terra no Asfalto - Capítulo 67 - Por Luiz Domingues



Agregados do TNA :

Esqueci-me da maioria dos nomes daquela trupe de amigos freaks que a banda colecionou ao longo de sua trajetória. 

Lembro-me mais vivamente do Edmundo, que além de ser o mais assíduo, manteve contato nos anos posteriores. 

                   Ney Haddad, dono do estúdio "Quorum"


Além dele, tinha o Ney Haddad, então adolescente, e que depois disso, e há muitos anos está consolidado como um baixista tarimbado. 

É dono do estúdio Quorum, e toca no "Mobilis Stabilis", além de outros trabalhos.

Outro amigo, era o "Catito", um doidaço que tinha uma Kombi, e muitas vezes nos auxiliou com o transporte de nosso equipamento.

Outro rapaz, acho que se chamava Sérgio, e era irmão de um dos músicos da banda experimental, "Uakti".

Roatã Duprat, também merece a menção, certamente como amigo que acompanhou, e ajudou a banda.

Um amigo do Paulo Eugênio, chamado Pérsio, tinha equipamento que alugava para bandas de baile, principalmente. Muitas vezes nos socorreu, alugando mini PA's, microfones e pedestais. 

Mantive contato com ele, e no tempo da Chave Do Sol, alugamos PA de grande proporção para dois shows, em 1983 e 1984, respectivamente e cujas histórias estão relatadas nos capítulos dessa banda.

Haviam mais uns cinco ou seis agregados desses, cujos nomes apagaram-se da minha memória, infelizmente.

E as namoradas/esposas dos membros : Consuelo, Maria Helena, Mary Ellen, Virgínia, Lilian e Bruna, que eu me lembro, e outras que fico devendo o nome.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário