domingo, 22 de dezembro de 2013

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 29 - Por Luiz Domingues


E após assistirmos os shows do Van Halen, voltamos à nossa dura realidade... 

Show no Água Benta Bar, dia 27 de janeiro de 1983. 

Mas a despeito das condições nada glamourosas do nosso show em relação ao que vimos no Van Halen (sem contar com as 50 pessoas presentes, em detrimento das 12 mil do ginásio do Ibirapuera), tivemos uma grande notícia.

Um dos diretores de uma badalada casa noturna, foi nos ver tocar, e daí surgiu o convite para fecharmos um pacote de shows com cachet fixo, e com o direito a dividirmos o palco com o Tutti-Frutti, Fickle Pickle, e eventuais shows das bandas do BR-Rock Mainstream, que estavam acontecendo toda a semana naquela casa.

Ficamos eufóricos, pois era um tremendo salto de qualidade, e uma oportunidade de ouro que não poderíamos desperdiçar. 


Essa casa era o Victoria Pub, localizado na Alameda Lorena, próxima aos Jardins, bairro nobre da zona sul de São Paulo. 

Tinha uma decoração incrível, fielmente copiada de pubs de Londres, e era também um labirinto intrincado de passagens, saletas, câmaras reservadas, dois palcos e dois bares.

O público habitue, era formado em sua esmagadora maioria por playboys, milionários e esnobes em geral. 


Apesar de não ser o público dos nossos sonhos, tocar no Victoria Pub não era para qualquer banda, e ficamos eufóricos com a oportunidade.

Logo no dia seguinte ao convite, fomos ao Victoria para assinarmos contrato. 


O cachet era excelente em se considerando o fato de que estávamos acostumados a ganhar cachets modestos, oriundos do resultado incerto de bilheterias. 

E nessa reunião do contrato, o gerente da casa nos deu o regulamento da casa; horário de entrada para a passagem de som; horário de show, e nos advertiu sobre o cuidado em não falar "palavrões" ao microfone, além de nos pedir para nos trajarmos "o menos riponga possível"...

Ha ha ha...ainda bem que não pediu para cortarmos os cabelos...

O repertório tinha que conter alguns covers conhecidos, e não só música autoral, mas também nos falou sobre excessos no volume.

Independente dessas restrições, estávamos muito felizes pelo salto que estávamos dando.



Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário