sábado, 21 de setembro de 2013

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 5 - Por Luiz Domingues

O ambiente era Rock'nroll, é lógico, pois a casa do Beto era decorada com posters de bandas sessenta/setentistas, principalmente. 

Mas na hora das aulas, não se ligava o som, obviamente.
Claro que eu recomendava artistas e discos, mas isso se tornou muito mais forte no período pós 1992, quando surgiu a safra de neo-hippies na minha sala de aulas, e por conseguinte, estabeleceu-se uma sinergia maior entre o que eu tinha como base artística, e os anseios dos garotos, visto que no início, a maioria curtia Heavy-Metal e Hard-Rock oitentista.
 

Realmente minhas aulas continham pouca teoria e muita prática. O cara sofria durante uma hora na cadeira de aluno, pois eu ficava de olho, como um "sargentão"...mas havia a descontração, o bate-papo amigo...
 
Um aluno ia se tornando amigo do outro. Grandes turmas se formaram na minha sala de aulas, e isso ocorreu durante todo o período em que dei aulas, desde o começo. 

Digo até que no período em que transferi a sala de aulas para a minha casa, aumentou muito esse fenômeno.
Era comum o cara da aula das 16:00 h chegar às 14:00 para conversar com seus amigos das 14:00 e 15:00 h e todos emendarem até às 20:00 h.

Bandas foram formadas; times de futebol foram organizados, e até namoro saiu uma vez (ocorreria em 1990).


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário