quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Autobiografia na Música - Língua de Trapo - Capítulo 55 - Por Luiz Domingues

Essa temporada na GV foi de duas semanas, mas nesse ínterim, tivemos um show avulso na terça-feira, dia 29 de novembro de 1983, numa faculdade em Guarulhos, município da Grande São Paulo.  

O Língua tinha como base o público universitário e sendo assim, eram muito comuns os shows realizados nesse circuito, geralmente contratados por diretórios acadêmicos. 

Nesse dia, tocamos para um público eufórico, de cerca de 900 alunos que se aglomeraram no auditório, e foi um ótimo show, a não ser por um fato inusitado ocorrido no meio do espetáculo e que acarretaria um desdobramento dramático no camarim, e posteriormente no ônibus que nos levou dali.
Eu estava recém voltando para a banda e não havia percebido nada entre o Laert e o percussionista Fernando Marconi. O clima parecia bom nos ensaios e nos shows, todos que havíamos cumprido até então. 

Mas nesse show, quando estávamos executando o "Samba-enredo da XXX", vi que o Laert se aproximou dele, que estava tocando "surdão", e falou-lhe alguma coisa no ouvido, fora do microfone. 

Numa fração de segundos, o Fernando mudou o seu semblante de uma forma violenta e num ato de loucura, atirou sua baqueta na plateia, saindo furioso do palco. Não sei, nem nunca soube o que aconteceu, pois as informações eram desencontradas de ambos.

O show prosseguiu, e eu tenho certeza de que o público não percebeu nada, pois se alguém olhou esse detalhe, naturalmente imaginou ser uma encenação a mais entre tantas que aquela música proporcionava à todos os membros da banda, incluso o ator Paulo Elias.

No camarim, contudo, o pau comeu e a "turma do deixa disso" tratou de acalmar os ânimos. No ônibus, uma nova discussão aconteceu e o Fernando, furioso e aos berros comunicou que estava saindo da banda. Só sei que dali em diante seguimos como um septeto, pois nenhum percussionista novo foi colocado em seu lugar e assim, tivemos que readaptar alguns arranjos, pois o Fernando contribuía bastante com a banda, sendo um excelente músico. 

A seguir, voltamos para completar a temporada na GV. 


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário