quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Autobiografia na Música - Trabalhos Avulsos (Projeto Rock'n Roll) - Capítulo 60 - Por Luiz Domingues



Bem, foi uma fase bastante desgastante, mas eu estava consciente disso, porque aceitei esse acúmulo, justamente por não estar comprometido oficialmente com ninguém. 

Eticamente falando, todos sabiam da existência uns dos outros, e que eu estava colocando-me à disposição dos três. 

Fora essa questão, haviam as aulas, minha principal fonte de renda à época.
Portanto, foi uma época onde consegui manter-me esbelto, pois a correria foi grande, carregando instrumento para lá e para cá... 

Quanto aos locais : 

1) Os ensaios da banda de Flavio Gutok e Juary (Lynx), costumavam ser na Vila Pompeia, próximo à Praça Tupã, no estúdio de um guitarrista uruguaio chamado Jorge ( "Rór-re", na pronúncia dele...). 

2) Os da Pinha's Band, aconteciam no estúdio Coda, na Av. Brigadeiro Luiz Antonio, no bairro Jardim Paulista, próximo ao Parque do Ibirapuera.  O estúdio era de propriedade do baterista Paolo Girardello. 

3) E os ensaios do Projeto Rock'n'Roll, do guitarrista/lojista Luiz Fernando, ocorriam no estúdio particular do baterista Paulo Thomaz, em sua enorme casa no bairro de Moema, zona sul de São Paulo, e que hoje em dia foi bastante melhorado, e é o QG do Baranga, sua atual banda.

De fato, foi uma fase de intensa correria, mas eu consegui ensaiar com os três, e tocar minha rotina de aulas.
Acabou não durando muito tempo essa jornada tríplice de ensaios, pois eu acabaria deixando o projeto do guitarrista Flavio Gutok (Lynx), e ficando só com a Pinha's Band, e o Projeto Rock'n'Roll, do guitarrista Luiz Fernando. 

E falando do Projeto Rock'n Roll, eu admirava muito a força de vontade dele, Luiz Fernando. 

Sua história de vida merece um livro, e é um exemplo de obstinação, luta e trabalho incessante. Vencendo uma infância e adolescência de muitas dificuldades, conseguiu estruturar-se, estudou, abriu sua loja de discos e prosperou.
Seu amor ao Rock era (é) notável, e cada degrau galgado representava um sonho conquistado. Cada etapa, sempre a ver com o Rock. 

Retrocedo um pouco no tempo, para contar que já o conhecia um tempo antes de surgir o convite para o projeto. 

Sua loja inicialmente era em outra galeria próxima à Galeria do Rock e era vizinha do Cavern Club, um fã clube dos Beatles, localizado na Rua Nova Barão, centro velho de SP.
Na loja dele, comprei muitos CD's, e encomendei diversas gravações de shows de Rock, em Fita VHS, visto que ele tinha um acervo gigantesco de shows, documentários, filmes e promos de uma infinidade de bandas e artistas de Rock. 

Uma vez, inclusive, chegando à loja, fui apresentado por ele aos guitarristas do Barão Vermelho, Frejat e Fernando Magalhães, que estavam ali buscando uma encomenda. 

Já eram clientes antigos e estavam ali buscando discos piratas dos Rolling Stones. Quando eu vi a quantidade, fiquei boquiaberto. Era uma pilha enorme !! 

O Luiz até brincou dizendo : "Você acha que eles gostam dos Stones ?" Todos caímos na risada...

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário