terça-feira, 23 de julho de 2013

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 5 - Por Luiz Domingues

O Rubens sugeriu que contratássemos o vocalista Percy Weiss, ex-Made in Brazil e Patrulha do Espaço. 

Após relutarmos, eu e o Zé Luis acabamos aceitando, pois àquela altura, não seria possível acharmos outro vocalista para entrar definitivamente na banda, devido à proximidade da data do primeiro show. 

Sendo assim, o Rubens fez o contato telefônico, e nós marcamos um encontro no apartamento dele, para explicarmos o nosso desejo, e fazer-lhe uma oferta financeira.

Nessa época, ele estava sem trabalho autoral, mas apenas cantando covers na noite, para ganhar um dinheiro.

Fomos ao apartamento dele, que ficava na esquina da Av. Paulista, com a Av. Brigadeiro Luiz Antonio. 

Chegando lá, ele nos recebeu com sua altivez típica, ainda mais naquela época onde éramos muito jovens, inexperientes, e com postura subserviente diante de alguém que admirávamos.
O Rubens "chutou" uma proposta de cachet mais alta do que havíamos combinado entre nós três anteriormente, e depois alegou ter feito aquilo para assegurar-se que ele não recusasse. 

Claro que o Percy aceitou, e estava feita ali a nossa primeira dívida...

Na saída, já na rua, vimos que o trânsito estava muito carregado, e tivemos a ideia de batizarmos a nossa primeira composição própria com o nome de "rush", mas aí vimos o cronômetro da avenida cravando seis horas da tarde, e resolvemos imediatamente mudar o nome para "Dezoito Horas".
Então foi assim que surgiu o nome de nossa primeira música, num dia útil qualquer, da última semana de agosto de 1982.

Com o Percy, definimos um repertório de clássicos, deixando três do Jimi Hendrix para o Rubens cantar, e "18 Horas", instrumental.

Estávamos empolgados com a proximidade do show, por termos arrumado um vocalista (ainda que a peso de ouro...), e por já termos uma música própria, pois os covers eram só para preencher espaço e nesse caso, quase todo o espaço,  e só porque estávamos começando e nunca por querermos isso, aliás, muito pelo contrário.

A seguir, falarei dos ensaios com Percy, e a proximidade do primeiro show. 
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário