domingo, 2 de junho de 2013

Autobiografia na Música - Trabalhos avulsos ( Lily Alcalay) - Capítulo 40 - Por Luiz Domingues


Mais ou menos em março de 1982, paralelo ao final decadente do Terra no Asfalto, o meu amigo Cido Trindade convidou-me para mais um trabalho.

Ele conheceu uma compositora chamada Lily Alcalay, que tinha um repertório de composições de forte acento MPB, mas com bastante sofisticação jazzística.

Ela tocava bem violão, e tinha uma boa voz, o suficiente para conduzir o trabalho com bastante desenvoltura, sem que isso significasse algum malabarismo vocal extra. Era comedida, mas suficiente para a sua proposta artística.

Começamos a ensaiar na casa do Cido, meu vizinho de bairro à época, no Tatuapé, zona leste de São Paulo.

A Lily era uma pessoa centrada, com uma boa visão do que desejava na vida, e pé no chão. Tinha o sonho de ter um suporte de gravadora e empresário, claro, mas sabia que precisava "ralar" muito, sem ilusões.

Então começamos a ensaiar, focado nas oportunidades que ela arrumaria, e sabíamos que não seriam nada glamourosas. Talvez apresentações intimistas em casas noturnas de pequeno porte, e festivais de MPB, num primeiro instante.

Fizemos um primeiro show num auditório bom, superando as expectativas iniciais, contudo. 


Foi no auditório da Faculdade Fiam, no campus do Morumbi, zona sul de São Paulo, em 1° de setembro de 1982. 

Eu já estava envolvido com "A Chave do Sol" em seus momentos iniciais, e às vésperas da estreia oficial da banda em 25 de setembro de 1982.
O show foi bacana, correto e simples na sua proposta intimista. Eu e Cido bem comedidos, e fazendo dinâmicas bem acentuadas para não atrapalhar a delicadeza harmônica do violão e voz dela.

Infelizmente, foram poucas pessoas assistir. 


Num Teatro com cerca de 300 lugares, apenas 25 pessoas ocuparam poltronas. Parentes e amigos da Lily, basicamente, como seria de se esperar para uma artista iniciante.

Mas existe um componente exótico nessa história da Lily. 

Na verdade, havia um terceiro músico envolvido nessa banda de apoio.

Ele estava ensaiando conosco desde abril de 1982, mais ou menos, mas não participou do show, por um motivo triste, que acomete muitos músicos, e que contarei logo mais.
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário