segunda-feira, 13 de maio de 2013

Generosidade : Um Exercício, uma Conquista ! - Por Telma Jábali Barretto

Em uma das muitas lindas frases que deixou, elegemos esta que consideramos, não pela beleza, mas, principalmente,
pela veracidade e força que carrega:
“A pior de todas as fomes é a fome de Amor”.


Frase da Teresa, a de Calcutá...



Uma pequena figura de alma gigante.
Claro que, saindo de quem saiu, não está se referindo
àqueles tipos de amor de casal de filmes ou de novelas,
nem mesmo de famílias de contos de fada.
Ainda vivemos naquele formato de amar e ser amado.
Encontros de almas que se “buscam”, se “esperam”, se “expectam”,
(será que existe o verbo expectam?!...)
querendo dizer que. aqui, vivem da expectativa desse amor ideal, romântico...

Aquele do momento mágico que pode mudar, tornar feliz toda a existência.
A esses que valorizam, buscam e encontram esse formato de troca
nosso total respeito e satisfação, mas, imaginamos que esses possam
pensar quão árida é a vida como foi a desta Teresa...
sem esse feliz encontro ou paraíso familiar
(será por isso que viveu nesses lugares ?!...)
em meio a tanta pobreza ?
Formatos diferentes de troca, ganhos e doações que perguntamos se essenciais são para imaginar os olhares gratos, abraços necessários, falas nutridoras,
silêncios inenarráveis, interrogativos com confissões e súplicas que precederam e justificam tal afirmativa.
Não é preciso estar nas periferias para perceber essa pobreza mencionada e detectável...

A necessidade de aceitação, de escuta e dos cinco minutos de fama e de palco em cada vida é,a todo instante, um lembrete à nossa volta,
onde quer que estejamos.
O Amor, na sua mais pura intenção de doação, na sua forma mais genuína de cuidar, atender, acolher como num fluxo natural, próprio da Vida,
que não se cansa de nos surpreender, é algo aindaa ser entendido.

Se, entendido, exercitado !
A Generosidade, adjetivo do próprio amor, também se traduz como
Liberalidade, que também se traduz como Magnanimidade
(palavras do Aurélio!).
Liberalidade e Magnanimidade não combinam em nada com
barganhas, carências, posses e arbitrariedades.

Tem como não se sentir amado quando um grato sorriso, choro ou desabafo surge na escuta de uma dor ou celebração compartilhada ?

Tem como agradecer a participação que nos alcança ou que propiciamos com uma informação, um sorriso, um olhar solidário, sofrido ou de alegria, um abraço que conforta ou detém nossa raiva ?
Nada disso está à venda...Tudo isso cabe e está contido dentro de nós...

Em nossa Liberalidade...em nossa Magnanimidade.

Exerçamos e conquistemos !


Telma Jábali Barretto é colunista fixa do Blog Luiz Domingues 2.
Engenheira civil, é também uma experiente astróloga, consultora para harmonização de ambientes e instrutora de Suddha Raja Yoga.
Nesta matéria, colocou muito bem a questão da generosidade, como elemento fundamental para tornar o mundo mais propício para os buscadores, dentro de uma ética superior.

15 comentários:

  1. Respostas
    1. Concordo contigo, Quiroga.

      Um prazer receber a sua visita em meu Blog 2 !!

      Excluir
    2. Obrigada pela leitura e comentário! Abraço ai.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Muito obrigado por ler e comentar o texto da colunista Telma.

      Visite sempre o Blog !!

      Excluir
  3. Perfeito! Namastê! Que mais posso dizer? Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certa, Eli...a Telma disse tudo...

      Grato por ler e comentar !

      Excluir
  4. Bela reflexao. Saudades das sessoes na SDM de ribs. Na mas té!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelo comentário...e, sim, uma reflexão que ouso em compartilhar! Conecte-se conosco e estará de alguma forma tb nas meditações aqui...Na mas tê!

    ResponderExcluir
  6. ótima reflexão para hoje. Penso ser ainda mais difícil sermos generosos em todos os momentos, princialmente qdo mais deveríamos. As vezes, é a solução mais eficaz para qq tipo de sentimento negativo entre pessoas que querem aprender a se amar verdadeiramente. Viva o amor e a busca por ele, na sua mais pura forma de ser!
    sdd tb SDM! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sharah :

      Muito grato por ter lido e comentado a coluna da Telma.

      De fato, exercer a generosidade em todos os momentos é um exercício hercúleo para qualquer um de nós, contudo, é justamente por essa razão que estamos aqui, isto é, apurando a nossa humanidade.

      Visite sempre o Blog !

      Excluir
    2. É Sharah...penso que o Amor é mesmo a panacéia que cura tudo. Vamos, ascendendo, nos seus mais variados graus, nessa conquista desse formato mais genuino desse sentimento...não desistindo de nós, nem do próximo! Obrigada pelo comentário!

      Excluir