quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Autobiografia na Música - Boca do Céu/Bourrébach - Capítulo 44 - Por Luiz Domingues

                                  Fran Sérpico, em foto bem mais atual
A primeira determinação adotada, nessa reformulação da banda, foi a de marcarmos uma nova apresentação, na data de aniversário do baterista Fran Sérpico, que também marcaria um ano da primeira apresentação. Era questão de honra para nós, que essa nova apresentação fosse um "tour de force", demonstrando à todos, e principalmente à nós mesmos, que nesses doze meses, havíamos evoluído, em todos os sentidos. Portanto, com esse objetivo em vista, tínhamos um novo gás, uma nova motivação. Nesse ínterim, uma nova viagem recreativa para a cidade litorânea de Itanhaém foi marcada, onde ensaiaríamos (acusticamente, claro), e teríamos tempo para conversar bastante sobre esse show.

Batizamos essa nova viagem como "Itanhaém II", e desta feita, a banda inteira foi, além do Sidnei Miranda, o primo freak, e mais velho do Wilton, cheio de histórias boas para contar dos anos 1960, e um convidado de última hora, um argentino chamado Ribarique, que dizia-se "Bluesman". Dessa viagem, lembro-me de ouvir "trocentas" vezes o LP "News of the World", do Queen, que tinha acabado de sair no Brasil, e o Osvaldo Vicino tratou de gravá-lo, e levar a fita K7 para a praia.

Lembro-me também de uma caminhada monstruosa que fizemos, quando de praia em praia, fomos parar quase na cidade vizinha...garotos malucos...voltando para São Paulo, reafirmamos os esforços para o grande show, que batizamos de "Fran's Birthday II".

O repertório nessa nova fase da banda, era composto pelas seguintes músicas :


1) O Mundo de Hoje (Laert / Osvaldo / Luiz)

2) Diva (Laert)

3) Serena (Osvaldo / Laert)

4) Blues Sem Nome (Wilton)

5) 1967 ( Laert / Luiz)

6) O Que Resta é a Canção (Osvaldo)

7) Momento (Laert / Fran )

8) Ah, Se Você Soubesse...(Laert)

9) Consenso Geral (Laert)

10) Revirada (Wilton / Laert)

11) Mina de Escola (Osvaldo / Laert / Luiz)

12) Centro de Loucos ( Laert / Osvaldo)



Combinamos tocar "A Day in the Life", dos Beatles, obviamente num arranjo rústico, sem nem um por cento da sofisticação dos Beatles. E assim foi janeiro de 1978...





Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário