quarta-feira, 11 de julho de 2012

Todos Somos Dirigidos - Por Julio Revoredo


Tudo em vão, cega

Mas nada em vão, disseca-se

Procure o obscuro e terá a luz

Pois nada e tudo, nos induz.

Estamos aqui e não mais

Nesta vida, nem tudo é guerra ou paz

Alguns falam sobre o meio

Alguns falam sobre o eterno retorno

Alguns falam sobre a ilusão

A mim tudo me dá a impressão.

A de que somos dirigidos

A de que somos dirigidos

Através dos mistérios inconscientes da vida

Através do que nos falta, a ciência e a apreensão.



Julio Revoredo é colunista fixo do Blog Luiz Domingues 2. É poeta e letrista de diversas músicas que compusemos em parceria, em três bandas onde eu toquei : A Chave do Sol, Sidharta e Patrulha do Espaço. 

Neste trabalho, denuncia sua crítica à manipulação e massificação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário